Caso de sucesso: internacionalização de empresa de bem-estar e saúde

A demanda

O cliente*, uma empresa norte-americana, fabricante de produtos de bem-estar e saúde precisava de informações qualificadas para expandir suas operações para outros mercados. A empresa já havia feito um trabalho interno para identificar quais geografias iria atacar prioritariamente.

À Link Estratégia coube estudar os mercados do Brasil e Colômbia, além de prestar suporte analítico para uma equipe asiática que levantou informações da Coréia do Sul. O escopo abrangeu uma dúzia de competidores, combinando as três geografias.

Como a atuação do cliente é em venda direta, por meio de marketing multinível, o projeto demandou um estudo sobre o comportamento dos vendedores/membros engajados nessa atividade em cada uma dessas geografias. E a pedido do cliente também apresentamos um panorama do mercado, tanto de bem-estar e saúde quanto de marketing multinível.

A metodologia

Para obter as informações necessárias, foi preciso recorrer a fontes primárias e secundárias. Cruzamos dados de vendas globais dos concorrentes com dados gerais e de market share em cada geografia, para obter estimativas sobre a participação de mercado de cada competidor nos países selecionados.

A evolução histórica do portfólio de produtos de cada empresa foi obtida ao se analisar catálogos atuais e antigos. Isso deu indicativos da mudança de estratégia e amadurecimento da operação de cada competidor.

Mas apenas fontes secundárias não foram suficientes para realizar o trabalho. A equipe multidisciplinar da Link Estratégia conduziu quase uma centena de entrevistas com fontes primárias nas três geografias para chegar a conclusões sólidas sobre cada um dos competidores. Foram aplicadas técnicas de IDI (in-depth interview) e elicitação para obter as informações necessárias à análise.

A entrega

Como a intenção do cliente era fazer circular os relatórios em diferentes níveis gerenciais dentro de sua rede de marketing multinível, cada país teve seu próprio relatório. Ilustrados com gráficos e imagens, os relatórios intercalavam as recomendações, análises e informações.

Isso é padrão nas entregas da Link Estratégia: nossas análises sempre geram recomendações levando em conta as implicações e oportunidades levantadas na fase de coleta de informações. Em especial nos projetos de internacionalização.

Mulher fazendo yoga ao entardecer

Os resultados

Com a análise dos mercados em mãos, a empresa conseguiu ajustar sua estratégia de penetração em cada mercado. Inicialmente, a intenção era atuar exclusivamente com vendas diretas nas três geografias. Mas a partir das descobertas, o cliente optou por instalar lojas físicas nos dois países da América Latina. Elas funcionam como locais para os clientes experimentarem os produtos, uma das características apontadas como relevante no processo de compra pelos brasileiros e colombianos.

Além disso, o mapeamento de preços, da economia local e da atuação de concorrentes, permitiu ao cliente ajustar suas margens e precificação para alinhar-se ao mercado local, algo essencial ao entrar em uma nova geografia.

* A Link Estratégia não divulga o nome de seus clientes porque todos os nossos projetos são protegidos por acordos de confidencialidade.

Precisa de informações para sua estratégia de internacionalização?

Outros posts

04

jun
Inteligência Competitiva e de Mercado, Inteligência descomplicada, Tendências, Todos os temas

De olho nas tendências e oportunidades na cadeia de suprimentos

É preciso olhar além do óbvio quando se analisa o impacto das tendências de mercado na cadeia de suprimentos. Esse tipo de análise pode revelar oportunidades e riscos que de outra maneira passariam despercebidos

quais devem ser as ações da empresa na gestão de uma crise

25

abr
Audiência, Audiência, Comunicação, Comunicação organizacional, Consumidor, Gerenciamento de crise, Marketing

O que a Kellogg’s não fez para evitar a crise e o boicote nos EUA?

Atualmente a Kellogg’s é alvo de uma campanha de boicote dos seus produtos nos Estados Unidos. Tudo começou com uma entrevista do CEO que gerou muitas críticas. Sem uma resposta adequada da empresa, que ignorou as reações, a fala do CEO resultou em uma crise. Boa oportunidade para analisarmos quais deveriam ser as ações da Kellogg’s na gestão da crise.